EUA tiram Nelson Mandela de lista de terroristas

Medida 'ajudará a apagar finalmente a enorme vergonha de ter desonrado este grande líder', diz John Kerry

Efe,

27 de junho de 2008 | 21h02

O Congresso dos Estados Unidos aprovou nesta sexta-feira, 27, uma iniciativa para tirar o ex-presidente sul-africano Nelson Mandela de sua lista de terroristas, informaram fontes legislativas. O projeto foi enviado à Casa Branca para sua promulgação, disseram os senadores John Kerry, Bob Corker e Sheldon Whitehouse, promotores da iniciativa. Veja também:Will Smith começa grande tributo a Nelson Mandela em Londres "A aprovação deste projeto ajudará a apagar finalmente a enorme vergonha de ter desonrado este grande líder, ao havê-lo incluído na lista de terroristas de nosso governo", afirmou Kerry. No que representa um bom presente para Mandela, que completará 90 anos no dia 18 de julho, a iniciativa foi aprovada pelo Senado a viva voz na noite da quinta-feira, e pela Câmara de Representantes no dia 8 de maio. Seus promotores também esperam que a medida ajude a melhorar as relações entre Estados Unidos e África do Sul, onde Mandela liderou uma forte luta contra o regime de segregação racial, o "apartheid."

Mais conteúdo sobre:
EUANelson Mandela

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.