Hussein Malla/AP
Hussein Malla/AP

EUA vão aumentar assistência à oposição síria, diz Casa Branca

'Vamos continuar a aumentar nossa ajuda no esforço de trazer uma Síria pós-Assad', disse o secretário de imprensa

Reuters

27 de fevereiro de 2013 | 17h03

WASHINGTON - Os Estados Unidos aumentarão a ajuda aos sírios e à oposição síria na tentativa de acelerar uma transição política no país, afirmou um porta-voz da Casa Branca nesta quarta-feira, 27.

"Estamos constantemente analisando a natureza da assistência que prestamos ao povo sírio, em forma de assistência humanitária, e à oposição síria, sob a forma de assistência não-letal", disse o secretário de imprensa da Casa Branca, Jay Carney, a jornalistas.

Washington se alinhou à oposição síria na tentativa de afastar o presidente do país, Bashar Assad. "Vamos continuar a prestar assistência ao povo sírio, à oposição síria, vamos continuar a aumentar nossa ajuda no esforço de trazer uma Síria pós-Assad", disse Carney.

O jornal Washington Post afirmou que a Casa Branca estava considerando uma mudança na política em relação ao conflito de quase dois anos de duração na Síria e pode enviar armadura e veículos armados aos rebeldes e, possivelmente, fornecer treinamento militar. Segundo a reportagem, as autoridades norte-americanas ainda são contra enviar armas.

Tudo o que sabemos sobre:
primavera árabeSíriaEUABashar Assad

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.