Evento nos EUA alimenta rumores sobre candidatura de Bloomberg

Influentes políticosmoderados dos Estados Unidos, críticos da influência dospartidos sobre a vida do país, reúnem-se nesta segunda-feira emOklahoma em um evento que poderá consolidar a candidaturaindependente do prefeito de Nova York, Michael Bloomberg, àPresidência. Vários ex-ocupantes de cargos públicos, no passado ligadosa ambos partidos, devem conclamar candidatos republicanos edemocratas a deixarem de lado as suas disputas e os extremismospolíticos para adotar políticas mais centristas. "A polarização partidária está nos impedindo de nos unirpara atender aos desafios que devemos enfrentar se queremosevitar ainda mais a erosão da liderança do poder da América",disseram em nota os ex-senadores David Boren e Sam Nunn,organizadores do encontro. Apesar de declarações como esta, há fortes especulações deque o objetivo principal do evento é promover Bloomberg. O bilionário prefeito nega, mas supostamente estariaconsiderando disputar a Casa Branca como independente --rumores que ele alimenta com constantes viagens pelo país e comdiscursos sobre temas nacionais. Bloomberg passou anos no Partido Democrata, mas se tornourepublicano para disputar a Prefeitura, em 2001. Em junho,deixou o partido. Sua candidatura iria sacudir ainda mais uma eleição em quenão há um claro favorito. Em seu pronunciamento semanal de rádio, na sexta-feira,Bloomberg criticou os pré-candidatos presidenciais por nãotratarem de problemas como saúde pública, política externa eeconomia. "Eles não estão dispostos a encarar grandes questões, aassumir os riscos e a falarem claramente com o público", disseBloomberg, atribuindo isso às questões partidárias. (Com reportagem de Steve Holland em Washington e EdithHonan em Nova York)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.