Ex-marinheiro dos EUA é condenado por terrorismo

Um ex-marinheironorte-americano foi condenado nesta quarta-feira por espionageme por fornecer apoio material a terroristas. Um júri federal condenou Hassan Abujihaad, de 31 anos,antes conhecido como Paul Hall, pelo fornecimento deinformações confidenciais para uma organização baseada emLondres, chamada Azzam Publications, ciente de que isso seriausado em uma conspiração para matar cidadãos norte-americanos. Abujihaad, preso em Phoenix, Estado do Arizona, em 7 demarço de 2007, pode ser condenado a 25 anos de prisão. A sentença do ex-militar deve ser anunciada em 23 de maio,disse Thomas Carson, um porta-voz da promotoria em New Haven,Estado de Connecticut. Documentos apresentados ao tribunal indicaram que Azzamintegrava uma conspiração para fornecer apoio material ecomunicação a terroristas. As acusações estão relacionadas à revelação dos movimentosde um grupo de batalha da Marinha em 2001, segundo promotoresfederais. As supostas revelações ocorreram após o ataque suicida aonavio de guerra USS Cole durante uma parada de abastecimento noIêmen, em outubro de 2000, matando 17 marinheiros e ferindodezenas. As acusações foram levada para Connecticut porque os sitesda Azzam Publications foram hospedados, por um tempo, emservidores localizados no Estado. O governo afirmou que Abujihaad enviou e-mails para membrosda Azzam enquanto estava a serviço no Oriente Médio e alojadono USS Benfold, um navio no grupo de batalha que teve osmovimentos revelados.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.