Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Ex-presos de Guantánamo aparecem em vídeo da Al-Qaeda

Um dos homens teria sido promovido a alto cargo na organização terrorista no Iêmen, diz agente antiterror

Agências internacionais,

24 de janeiro de 2009 | 18h41

Dois homens que foram libertados da prisão naval de Guantánamo, cujo fim foi decretado nesta semana pelo novo presidente americano Barack Obama, apareceram em um vídeo divulgado por um site islâmico, informou o Centro norte-americano de vigilância da internet (SITE, na sigla em inglês).   Veja também: Ex-preso de Guantánamo torna-se vice-líder da Al-Qaeda no Iêmen 61 ex-presos de Guantánamo voltaram ao terrorismo, dizem EUA Obama decreta fim da prisão de Guantánamo em um ano   Um dos ex-detidos, um saudita identificado como Abu Sufyan al-Azdi al-Shahri, prisioneiro número 372, foi promovido a um alto cargo na Al-Qaeda no Iêmen, informou à agência France Presse um agente americano antiterrorismo. Outros três homens aparecem nas imagens. Um porta-voz do Pentágono, Jeffrey Gordon, recusou-se a confirmar as informações do SITE.   "Continuamos preocupados com os ex-presos de Guantánamo que voltaram a se afiliar a organizações terroristas após a libertação", afirmou Gordon. O Departamento da Defesa informou que cerca de 61 ex-detidos de Guantánamo - dos 520 que foram transferidos para a prisão e logo liberados - retornaram a suas organizações de militância.   A transferência dos 245 presos que continuam na detenção, localizada em Cuba, é um dos maiores desafios que o governo Obama enfrenta após estabelecer o compromisso de fechar a prisão em um ano.

Tudo o que sabemos sobre:
GuantánamoEUAterrorismo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.