Exército americano oferece US$ 20 mil para novos recrutas

Porta-voz diz que crescimento militar cria demanda por novos contingentes; bônus pode subir para US$ 40 mil

30 Julho 2007 | 21h16

Enquanto mantém milhares de soldados no Iraque e no Afeganistão, o Exército oferece um novo tipo de facilidade para atrair novos recrutas. Um bônus de US$ 20 mil é oferecido para quem ingressar nas fileiras das tropas americanas, selecionar qualquer emprego e treinar por 30 dias.   A oferta, chamada de "quick shipper", significa, de acordo com o porta-voz do batalhão de recrutamento Tom Foley, "um monte de dinheiro para novos soldados (...) O Exército está crescendo e simplesmente precisamos de novos recrutas para treinamento, agora".   Os US$ 20 mil serão pagos além dos privilégios já oferecidos. Soldados freqüentemente reclamam do tradicional pagamento, por ser baixo.   Foley disse que alguns recrutas poderiam aumentar seus bônus para US$ 40 mil com alistamentos de quatro anos ou mais.

Mais conteúdo sobre:
Exército dos EUA Recrutamento

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.