Explosão em mina deixa dezenas de mortos nos Estados Unidos

Ainda não se sabe o motivo do acidente. Acredita-se que 29 mineiros estivessem no local

Efe, Ap

06 de abril de 2010 | 03h31

Mais de 20 ambulâncias foram deslocadas para o local do acidente. Foto:  Chris Keane/Reuters

 

Pelo menos 25 pessoas morreram na explosão ocorrida nesta segunda-feira, 5, de uma mina subterrânea no estado de Virginia Ocidental nos Estados Unidos, de acordo com as autoridades norte-americanas.

 

Grupos de salvamento trabalham intensamente durante a noite para tentar resgatar com vida os mineiros que estão presos nas galerias das minas, segundo informou o porta-voz da Direção Federal para a Segurança e Saúde das Minas (MSHA), Kevin Stricklin.

 

O presidente norte-americano, Barack Obama, entrou em contato com o governador da Virginia Ocidental, Joe Manchin, para dar suas condolências pelas tragédia. O presidente também ofereceu qualquer tipo de ajuda para facilitar o resgate dos desaparecidos.

 

Don Blankenship, diretor da empresa Massey Energy´s Perfomance Coal, que supervisiona os trabalhos nas minas, declarou que a companhia está focada no resgate. "Nossas orações estão com as famílias dos mineiros. Queremos deixar claro que estamos tomando todas as medidas possíveis para resgatar aqueles que continuam desaparecidos", destacou Blankenship.

 

A explosão ocorreu na tarde de segunda-feira (horário local) na mina Upper Big Brancha, que está no condado de Raleigh, cerca de 50 quilômetros ao sul da cidade de Charleston.

 

Até o momento não se sabe as causas da explosão, mas os peritos destacaram que é possível que tenha sido provocada pelo gás metano, similar a um acidente ocorrido na mina de Sago, também em Virginia Ocidental, no qual morreram 12 mineiros em 2006.

 

Segundo um porta-voz do condado vizinho de Bone, ao menos 20 ambulâncias e três helicópteros estão ajudando no resgate dos feridos da explosão.

 

A explosão na mina de Upper Big Branch é um mais problema para a Massey Energy's Performance, que opera 44 explorações a céu aberto e subterrâneos na Virginia Occidental, Kentucky, Tennessee e Virginia.

 

A empresa foi multada recentemente por diversos incidentes, alguns deles fatais, incluindo um incêndio em 2006 em uma de suas minas. A empresa se declarou culpada de 10 acusações criminais vinculadas a este acidente e em 2009 foi condenada a pagar 2,5 milhões de dólares em multa.

Tudo o que sabemos sobre:
ExplosãoEstados Unidosacidente

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.