AP
AP

Fábrica química registra novas explosões no Texas, após tempestade

Dois reservatórios pegaram fogo e outros seis devem explodir nos próximos dias, segundo a empresa; local ficou inundado após tempestade Harvey

O Estado de S.Paulo

02 Setembro 2017 | 09h45

A companhia francesa Arkema registrou novas explosões em uma fábrica do setor químico do grupo no Texas, nos Estados Unidos. A indústria fica a 40 km da cidade de Houston inundada após as chuvas torrenciais provocadas pela tempestade Harvey no sul dos EUA. Segundo o diretor da empresa, Richard Rennard, dois reservatórios pegaram fogo na tarde de sexta-feira, enquanto outros seis também devem explodir em questão de dias.

Com a tempestade, a fábrica perdeu sua principal fonte de energia, além de duas fontes alternativas usadas em emergências. O problema levou à parada na refrigeração do local, que é crucial para o armazenamento dos materiais, segundo dirigentes da empresa. A região foi evacuada na terça-feira, dia 29, com o risco iminente causado pelo desastre natural. Segundo análises preliminares, não foram encontrados níveis altos de poeira química. Ninguém se feriu gravemente nos últimos dois dias por causa das chamas.

Na sexta-feira, o nível de água dentro da empresa diminuiu, mas os dirigentes não comentaram se isso mudaria o risco de novas explosões. Na quarta-feira, a inundação na fábrica chegava a 1,80 metro de altura. A empresa diz que a população deve ficar a 1,5 quilômetro de distância do local. Uma rodovia próxima ao local foi fechada. A fábrica produz peróxidos orgânicos, usados em itens como tinta acrílica. / AP

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.