FBI não vê ameaça aos EUA após prisão de militantes na Alemanha

Depois de três homens teremsido presos na Alemanha frustrando um plano de atentado a bombaelaborado por militantes islâmicos, as autoridadesnorte-americanas disseram não identificar nenhuma ameaçaiminente aos EUA, afirmou na quarta-feira um porta-voz do FBI. O porta-voz do FBI Richard Kolko disse que a agência e oDepartamento de Segurança Interna, outro órgão dos EUA,acompanhavam o caso na Alemanha. "Depois dessas prisões, não identificamos qualquer ameaçaiminente aos EUA, do ponto de vista doméstico. Estamos agindode forma rigorosamente coordenada com os alemães nesse caso",afirmou Kolko. A procuradora federal da Alemanha Monika Harms disse que oshomens, dois alemães e um turco, haviam sido vistos observandolocais frequentados por norte-americanos, entre os quaisboates, bares e aeroportos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.