FBI oferece US$1 mi para encontrar ex-agente desaparecido no Irã

O FBI ofereceu nesta terça-feira uma recompensa de 1 milhão de dólares por informações que levem ao retorno seguro do ex-agente Robert Levinson, que desapareceu em 2007 no Irã, onde acredita-se estar sendo mantido refém.

JEREMY PELOFSKY, REUTERS

06 de março de 2012 | 14h10

A recompensa foi anunciada quase cinco anos após Levinson, ex-agente especial do FBI, ter desaparecido da Ilha Kish, no Irã, durante uma viagem de negócios. O governo iraniano já afirmou que não tem informações sobre o paradeiro dele.

Washington cortou as relações diplomáticas com Teerã logo após a Revolução Islâmica de 1979 e os dois países estão em desacordo sobre uma série de questões, incluindo o programa nuclear iraniano.

A Secretária de Estado norte-americana, Hillary Clinton, disse há um ano que não havia indicações de que Levinson estava sendo mantido no Sudoeste Asiático e ela buscou ajuda do Irã para obter informações sobre ele. Teerã afirmou na época que tentaria colaborar na localização.

Em dezembro, surgiu um vídeo mostrando Levinson magro e apelando por ajuda porque estava "quase ficando sem seu remédio para diabetes". A esposa e o filho do ex-agente divulgaram um vídeo em resposta, pedindo aos sequestrados que informassem as exigências para a libertação.

Tudo o que sabemos sobre:
EUAFBIIRA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.