Fogo destrói 50 casas e edificações no norte da Califórnia

Cinquenta construções foram destruídas por um incêndio que atinge cerca de 8.600 hectares no norte da Califórnia. Cerca de 3.000 pessoas foram retiradas de suas residências perto da cidade de Manton, informaram autoridades na noite de terça-feira.

MARY SLOSSON, Reuters

22 de agosto de 2012 | 08h55

Chamado de "Incêndio Ponderosa", o fogo provocado por um raio destruiu edificações de madeira nos condados de Tehama e Shasta, cerca de 200 quilômetros ao norte da capital do Estado, Sacramento, desde que começou no sábado.

Bombeiros puderam finalmente avaliar os danos através de sobrevoos em uma das regiões atingidas mais densamente habitadas, no sudeste da pequena cidade de Manton, na terça-feira.

As estruturas danificadas incluem não apenas casas, mas também celeiros e galpões, porém não se esperava que os bombeiros inspecinspecionassemcionassem os danos de perto e a pé até quarta-feira, disse à Reuters o chefe da divisão de incêndio da região, Shane Lauderdale.

"Há uma boa chance de que o número (de construções destruídas) irá subir, porque eles não conseguiram acessar toda a região afetada pelo fogo", disse Mike Witesman, porta-voz do Departamento de Florestas e Proteção de Incêndios da Califórnia.

Mais de 2.000 bombeiros enfrentaram os ventos fortes que espalhavam as chamas para salvar a cidade vizinha de Shingletown na terça-feira, disse Lauderdale.

Porém, mais de 200 residências continuam ameaçadas pelo incêndio que está queimando o terreno rural.

O incêndio no norte da Califórnia está entre aproximadamente três dezenas de grandes focos de incêndio que estão fora de controle nos Estados do Oeste dos EUA atingidos pela seca, devastando mais de 405 mil hectares, de acordo com o Centro Nacional de Incêndios.

Tudo o que sabemos sobre:
EUACALIFORNIAINCENDIODESTRUICAO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.