'Forças irregulares' atacam civis na Ossétia do Sul, dizem EUA

Os Estados Unidos disseram nestaquarta-feira que receberam relatos confiáveis de que aviolência continua na região da Ossétia do Sul e pediram que aRússia impeça que "forças irregulares" ataquem civis. "Temos relatos confiáveis de vilas sendo queimadas,tiroteios e matanças", disse o enviado norte-americano àregião, Matthew Bryza, em um informe à imprensa na capital daGeórgia, Tbilisi. Ele exigiu que a Rússia "se certifique de que suas forçasnão estejam fazendo nada em termos de violência e garantam quefaçam tudo o que for possível para deter as forças irregulares,sejam da Ossétia do Sul ou de outras partes, impedindo aviolência contra a população pacífica". Os EUA são um forte aliado da Geórgia no conflito. (Por Matt Robinson)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.