Fortes tempestades provocam mortes no sul dos EUA

Fortes tempestades, entre as quais algumas que parecem ter sido tornados, atingiram a região sul dos Estados Unidos na quarta-feira, provocando mortes em ao menos três Estados, além de deixar feridos, cortes de energia, e danos a construções, disseram autoridades.

COLLEEN JENKINS, REUTERS

17 de novembro de 2011 | 16h56

Na Carolina do Norte, o governador Bev Perdue disse em comunicado: "Temos relatos de tornados que chegaram aos condados de Randolph e Davidson esta noite, provocando uma morte em Davidson."

"Com base nas informações disponíveis até o momento, sabemos que mais de uma dezena de estruturas foi danificada no condado de Randolph, além de uma quantidade indeterminada de danos a construções no Condado de Davidson", acrescentou.

Nos subúrbios de Atlanta um homem morreu quando um grande pinheiro caiu em cima de um veículo esportivo que ele estava dirigindo durante os fortes ventos e as chuvas, disse o capitão Tim House, porta-voz do Departamento Municipal da Polícia de Forsyth.

Derrec Becker, porta-voz da Divisão de Administração de Emergências da Carolina do Sul, confirmou que as tempestades no Estado derrubaram árvores, danificaram casas e deixaram feridos e algumas mortes, apesar de não poder confirmar quantas pessoas haviam morrido.

Segundo o jornal Charlotte Observer, três pessoas morreram na noite de quarta-feira por conta de uma forte tempestade que se deslocava pelo condado de York, na Carolina do Sul.

Em abril, uma série de tornados castigou o sudeste dos EUA, matando um número estimado de 364 pessoas, algumas nos Estados do Alabama e dos Mississippi.

Tudo o que sabemos sobre:
EUATEMPESTADESMORTES*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.