Frio aflige vítimas de Sandy a dois dias das eleições nos EUA

Vítimas da tempestade Sandy na Costa Leste dos Estados Unidos lutavam para se proteger do frio neste domingo em meio à escassez de combustível e falta de energia, enquanto autoridades tentavam levar eleitores desalojados por causa da supertempestade aos locais de votação para a eleição presidencial da terça-feira.

Reuters

04 de novembro de 2012 | 13h37

Durante a noite e madrugada de domingo, temperaturas geladas atingiram o nordeste dos EUA. Pelo menos duas novas vítimas foram encontradas em Nova Jersey, uma morta de hipotermia, elevando o número total de vítimas de uma das piores tempestades da história dos Estados Unidos a pelo menos 112.

Provisões de combustíveis continuaram a ser levadas às regiões afetadas pelo desastre e eletricidade vai aos poucos sendo restaurada em bairros às escuras por cauda da tempestade que atingiu a costa na última segunda-feira. Segundo o prefeito Michael Bloomberg, levará dias para que a energia seja restaurada por completo e termine a escassez de combustíveis.

Na sexta, Bloomberg cancelou abruptamente a maratona de Nova York por causa das críticas de que o evento iria desviar recursos que precisavam ir às áreas atingidas. Centenas de corredores organizaram corridas informais para distribuir alimentos e roupas nas regiões atingidas, como Staten Island.

(Por Michelle Nichols e Robin Respaut)

Tudo o que sabemos sobre:
EUAPOSSANDYFRIO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.