Funcionária de laboratório do Texas tem resultado negativo para Ebola

Uma funcionária do laboratório de um hospital de Dallas, que passou grande parte de um cruzeiro de férias em isolamento após uma possível exposição ao Ebola, recebeu resultado negativo para um teste da doença, informou a Carnival Cruise Lines neste domingo.

REUTERS

19 de outubro de 2014 | 12h50

O navio chegou neste domingo ao porto de Galveston, no Texas, após uma viagem de uma semana, com a parada negada em Belize e no México por causa da presença da mulher a bordo.

A mulher trabalha no Hospital Presbiteriano de Saúde do Texas, onde o liberiano Thomas Eric Duncan foi tratado por Ebola. A funcionária, que não foi identificada, não teve contato com Duncan, mas estava sendo monitorada, pois poderia ter entrado em contato com o material das amostras para testes.

Duas enfermeiras que cuidaram de Duncan, que morreu em 8 de outubro, contraíram a doença.

Depois que o navio atracou por volta das 4h30 (horário local), a mulher e seu marido desembarcaram e foram embora em seu próprio carro, informou um porta-voz da Carnival em um entrevista coletiva em Galveston.

A Carnival Cruise Lines é uma unidade da Carnival Corp. Antes de o navio chegar ao porto, a Guarda Costeira dos Estados Unidos foi até o navio e colheu uma amostra do sangue da mulher, disse a vice-presidente de Serviços ao Cliente da Carnival, Vicky Dey. Essa amostra apresentou resultado negativo.

(Reportagem de Erwin Seba)

Tudo o que sabemos sobre:
EUAEBOLALABORATORIO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.