Furacão Ike atinge região populosa do Texas e depois perde força

O furacão Ike atingiu a populosacosta do Texas próxima à capital Houston neste sábado, trazendoconsigo uma parede de água, ventos violentos e chuva que podemcausar alagamentos catastróficos ao longo do Golfo do México earrasar com a quarta maior cidade dos Estados Unidos. Maistarde, o furacão perdeu força e baixou para a categoria 1. O Ike, que prejudicou mais de um quinto da produção depetróleo dos Estados Unidos, veio em direção à cidade deGalveston como uma forte tempestade de categoria 2 pela manhã,com velocidade de 175 quilômetros por hora, informou o CentroNacional de Furacões. O Ike surpreendeu os texanos com sua fúria e tamanho,aproximadamente a dimensão do próprio Texas. É a maiortempestade a atingir uma cidade norte-americana desde que oKatrina devastou Nova Orleans, em 2005. O furacão jogou uma parede de água sobre Galveston esubmergiu uma barreira de cinco metros construída para protegera cidade do mar depois que em 1900 um furacão matou pelo menosoito mil pessoas. Mais da metade de seus 60 mil habitantesdeixaram a cidade e operações de emergência forma suspensasdurante a tempestade. A cerca de 80 quilômetros do litoral, o Ike atingiu osprédios no centro de Houston, estourando janelas e arremessandoescombros pelas ruas da cidade. O furacão fechou 17 refinarias de petróleo no Golfo doMéxico, o coração da produção dos Estados Unidos, onde 22 porcento do combustível utilizado no país é processado. Especialistas em energia afirmaram que pode levar pelomenos uma semana para as refinarias voltarem à sua produçãonormal. Espera-se que o Ike permaneça como furação até a tardedeste sábado e pode provocar 25 centímetros de chuva no lestedo Texas e sudoeste da Louisiana. Mais de um milhão de texanos seguiram as orientações deevacuação e se dirigiram ao interior, mas oficiais temem quemuitos tenham permanecido. "Não é hora de brincar com a tempestade," disse MichaelChertoff, secretário de segurança nacional dos Estados Unidos,na sexta-feira.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.