Andrew Dubya/Reuters
Andrew Dubya/Reuters

Furacão Nicholas chega ao Texas, nos EUA, com fortes chuvas e risco de inundações

Os efeitos do Nicholas também afetam a Luisiana, Estado vizinho; há cerca de duas semanas, a passagem do furacão Ida pela região causou 26 mortes

Redação, O Estado de S.Paulo

14 de setembro de 2021 | 05h33

HOUSTON - O furacão Nicholas, antes classificado como tempestade tropical, ganhou força e chegou à costa do Golfo, nos Estados Unidos, nesta terça-feira, 14. O furacão atingiu a região litorânea do Texas à 1h da manhã do horário local (3h no horário de Brasília), com fortes chuvas e ventos máximos sustentados de 120 km/h. 

“Será uma tempestade muito lenta, que vai durar vários dias e produzir uma quantidade enorme de chuva”, disse o governador do Estado, Greg Abbott. 

O risco de inundações e cortes de energia é previsto para toda a região e para o Estado vizinho, Luisiana. Segundo o Centro Nacional de Furacões dos EUA (NHC, na sigla em inglês), o furacão ruma em direção à capital do Texas, Houston.

Três cidades e 17 condados do Estado tiveram situação de emergência decretada pelo governador. Equipes de resgate com barcos e helicópteros estão de prontidão para atender possíveis vítimas.

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, também declarou estado de emergência para a Luisiana. Há cerca de duas semanas, o furacão Ida causou a morte de mais de 20 pessoas na região./REUTERS

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.