Furacão Omar ganha força e se aproxima de Porto Rico

Fenômeno pode se fortalecer nas próximas horas e deve atingir o país ainda na noite desta quarta-feira

Agência Estado e Associated Press,

15 de outubro de 2008 | 18h02

A tempestade Omar se converteu na terça-feira em um furacão, com ventos sustentados máximos perto dos 120 quilômetros por hora. O fenômeno ameaça Porto Rico e as Ilhas Virgens, segundo meteorologistas. Foi emitido um alerta de furacão para as Ilhas Virgens norte-americanas e as ilhas de Vieques e Culebra. Também havia alerta em St. Martin, nas Ilhas Virgens britânicas, em St. Kitts e Nevis, além de outras ilhas. Em St. Croix, a refinaria de petróleo Hovensa LLC, a segunda maior do hemisfério ocidental, estava paralisando suas operações até a passagem da tempestade, segundo o porta-voz da empresa Alex Moorehead. Porto Rico já enfrenta vários dias de chuva forte, e funcionários avisavam moradores que a situação deve piorar. Autoridades médicas pediam doações de sangue, para manter um estoque para as possíveis vítimas.  O Omar por enquanto é um furacão de categoria 1. Segundo autoridades do Centro Nacional de Furacões dos EUA, ele deve ganhar mais força. Segundo o órgão, o Omar deve passar por Porto Rico durante a noite desta quarta-feira. Possivelmente seguiria para atingir diretamente as Ilhas Virgens britânicas, apontou o centro. O olho do furacão estava 380 quilômetros ao sul de St. Croix às 11 horas (horário local) desta quarta-feira, 15. Ele se movia a 15 quilômetros por hora para o nordeste. Enquanto isso, uma depressão tropical estava perto da costa de Honduras. Havia um alerta de tempestade tropical para a área.

Tudo o que sabemos sobre:
Omarfuracão

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.