Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90
Associated Press
Associated Press

Garoto não estava a bordo de balão de gás hélio nos EUA

Pai acreditou que menino havia subido no dispositivo quando balão ainda estava preso ao chão

estadao.com.br,

15 de outubro de 2009 | 16h17

O balão prateado de gás hélio que voava no estado do Colorado, nos EUA, não tinha um garoto a bordo, como anunciou a imprensa americana nesta quinta-feira, 15. O balão voou por cerca de duas horas e 64 quilômetros acompanhado do solo de veículos da imprensa, das autoridades e do resgate. O paradeiro do garoto ainda é desconhecido.

 

Anteriormente, a televisão local havia indicado que um garoto de seis anos de idade chamado Falcon estava a bordo do balão de gás hélio que flutuava a mais de mil metros de altura. Imagens da televisão mostravam o balão com a forma de um disco, de propriedade da família do garoto, voando a cerca de 1.830 metros de altura.

 

O jornal Denver Post informou que o garoto havia subido a bordo do balão quando o dispositivo estava preso ao chão na casa de sua família, em Fort Collins. As cordas então teriam se soltado dos ganchos e o balão alçado voo. A polícia havia entrado em contato com a Agência de Aviação dos EUA, que estudava alguma forma de fazer o dispositivo descer.

 

Uma porta-voz das autoridade locais informou que o garoto e seu irmão brincavam no quintal, quando um dos menores viu o irmão entrar em um compartimento na parte inferior do balão feito de papelão.

Tudo o que sabemos sobre:
balãoEUAColoradoDenver

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.