Governador do Novo México revoga pena de morte

O governador do Novo México, Bill Richardson, assinou um documento para revogar a pena de morte no Estado e substituí-la pela prisão perpétua, sem liberdade condicional, informou seu gabinete na quarta-feira.

REUTERS

19 de março de 2009 | 10h54

Na semana passada, o Senado, controlado pela maioria democrática, aprovou por 24 a 18 votos a revogação da pena de morte. A medida já foi aprovado pela Câmara dos Deputados do Novo México.

Richardson, que é democrata, antigamente apoiava a pena de morte. A decisão de anular a pena marcou o "fim de uma longa jornada pessoal sobre esta questão", disse em um comunicado.

Há dois prisioneiros no corredor da morte no Estado.

O Novo México é o 15o Estado a renunciar à pena capital, de acordo com o Centro de Informações da Pena de Morte. Nova York e Nova Jersey anularam a pena de morte em 2007, e há ainda em muitos Estados documentos pendentes para aboli-la.

O Novo México efetuou apenas uma vez a execução desde que a pena de morte foi restabelecida pela Suprema Corte dos Estados Unidos em 1976. O vizinho Texas é o Estado que mais condena por pena de morte em todo o país.

Mais de 1.130 execuções foram realizadas nos Estados Unidos desde a década de 1970. (Reportagem de Tim Gaynor)

Tudo o que sabemos sobre:
EUANOVOMEXICOPENAMORTE*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.