Paul Sancya/AP Photo
Paul Sancya/AP Photo

Governo de Trump pedirá autorização para deportar menores não acompanhados

A petição foi processada pela secretária de Segurança Nacional dos EUA, Kirstjen Nielsen, por meio de carta ao Legislativo

EFE, O Estado de S.Paulo

29 de março de 2019 | 03h39

WASHINGTON - O governo de Donald Trump vai pedir ao Congresso dos Estados Unidos a autorização para deportar menores desacompanhados que cheguem da América Central. O gesto é uma das medidas para atacar a atual crise migratória, que tem sobrecarregado a capacidade das agências governamentais de gerenciá-la.

A petição foi processada pela secretária de Segurança Nacional dos EUA, Kirstjen Nielsen, por meio de carta ao Legislativo. No documento, Kirstjen solicita ao Congresso "autoridade para devolver menores desacompanhados a suas famílias em seus países de maneira segura e ordeira, se eles não tiverem direito legal de permanecer (nos EUA)".

Além de permissão para deportar os menores centro-americanos, o governo de Trump também solicitará autoridade para manter as famílias que pedem asilo detidas até que se resolvam seus processos judiciais migratórios.

Atualmente, a detenção de menores por mais de 20 dias não é permitida sob um acordo judicial de 1997, conhecido como "Flores". Desse modo, famílias com crianças são libertadas enquanto suas solicitações estão sendo estudadas.

Finalmente, Kirstjen Nielsen também pede ao Congresso que autorize que as pessoas interessadas em solicitar asilo, completem os trâmites em seus países de origem na América Central, em vez de empreender a jornada perigosa para o Norte.

Estas medidas serviriam para atacar, na opinião do governo, as causas da emergência da fronteira e "restaurar a ordem".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.