Grupo ligado à Al Qaeda planejava ataques iminentes contra EUA e Europa, diz Casa Branca

Os Estados Unidos realizaram ataques na Síria para desmantelar planos do grupo Khorasan, ligado à rede Al Qaeda, de ataques iminentes contra alvos dos Estados Unidos e da Europa, disse uma autoridade graduada da Casa Branca a jornalistas, na terça-feira.

REUTERS

23 de setembro de 2014 | 12h41

"Por algum tempo até agora, rastreamos complôs para realizar ataques nos Estados Unidos ou Europa", disse Ben Rhodes, vice-assessor de segurança nacional de Obama.

"Nós acreditamos que os planos eram iminentes, eles haviam planejado realizar ataques fora da Síria", disse Rhodes a jornalistas que viajavam a bordo do avião com o presidente Obama para a Assembleia-Geral da ONU, em Nova York.

(Reportagem de Roberta Rampton e Steve Holland)

Mais conteúdo sobre:
EUAFALAATAQUESIRIA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.