Guarda Costeira retira 3 imigrantes mortos das águas de Miami

Helicópteros da Guarda Costeira sobrevoam a zona em busca de possíveis sobreviventes

Efe

31 de outubro de 2008 | 18h03

Três imigrantes morreram nesta sexta-feira, 31, e outros 25 foram resgatados feridos em águas próximas à ilha de Fisher Island, em Miami, depois que a embarcação na qual viajavam provavelmente encalhou, informou a Guarda Costeira americana.   "Ainda estamos buscando um número não determinado de pessoas" que viajava na embarcação que provavelmente encalhou, afirmou à Agência Efe Jennifer Johnson, porta-voz da corporação.   Ela explicou que o caso está sob investigação e que não pode-se revelar ainda se tratou-se de um caso de tráfico humano nem se os feridos e mortos são de nacionalidade cubana.   Helicópteros da Guarda Costeira sobrevoam a zona em busca de possíveis sobreviventes.   Segundo a imprensa local, as primeiras unidades que chegaram à zona do acidente encontraram três pessoas nadando e outras a bordo da embarcação encalhada.   A legislação americana conhecida como "pés secos/pés molhados" indica que os cubanos que conseguem pisar em terra firme podem permanecer nos Estados Unidos e, depois de um ano, obter residência.   Segundo os acordos migratórios assinados entre Cuba e Estados Unidos, os imigrantes interceptados no mar, mesmo a poucos metros da margem, devem ser repatriados.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.