Haiti deve evitar novo desastre causado pela chuva, diz Obama

Presidente recebe Préval e reafirma compromisso americano com a reconstrução do país devastado por tremor

estadao.com.br,

10 de março de 2010 | 15h05

Obama recebe Préval nos jardins da Casa Branca. Foto: Alex Brandon/AP

 

WASHINGTON - O presidente dos EUA, Barack Obama, renovou nesta quarta-feira, 10, o compromisso americano com a reconstrução do Haiti, devastado por um terremoto em janeiro que deixou mais de 230 mil mortos. Ao receber o presidente haitiano René Préval, o americano disse que o desafio agora é evitar um segundo desastre no país, que pode ser causado pela temporada de chuvas no Caribe.

"A situação no local continua péssima e as pessoas não devem ter a ilusão de que a crise acabou", disse o presidente americano.

 

Obama prometeu a Préval que os EUA continuarão sendo um parceiro na reconstrução do país e que o apoio deve ser estendido ao Haiti como um todo, e não somente às áreas afet adas.

Préval agradeceu o apoio. "Muito obrigado não apenas pelo apoio material, mas moral e psicológico que nos fez saber que não estamos sozinhos", disse o haitiano.

 

Ainda de acordo com Préval, é necessário investir em saúde, educação e criação de emprego para evitar a migração em massa para as grandes cidades.

Os EUA estão reduzindo sua presença no Haiti após os primeiros meses de crise humanitária provocados pelo terremoto. O navio-hospital Comfort deixou a costa haitiana rumo a Baltimore. O número de soldados americanos do país deve cair para 8 mil nos próximos dias após um pico de 20 mil no começo de fevereiro.

 

 

 

Com informações da Associated Press

Tudo o que sabemos sobre:
HaitiTerremoto no HaitiPrévalObama

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.