Hillary diz ter 'leque de opções' contra míssil norte-coreano

A secretária de Estado norte-americana, Hillary Clinton, disse nesta quarta-feira que há um "leque de opções" a ser usado contra a Coreia do Norte se o país testar um míssil de longo alcance, o que ela classificou como um ato "provocativo". Acredita-se que a Coreia do Norte esteja preparando um teste do míssil Taepodong-2, embora Pyongyang diga estar se preparando para lançar um satélite como parte de um programa espacial pacífico. "Discutiremos a resposta se não tivermos sucesso em convencê-los a não seguir em frente com o que é um ato muito provocativo", disse Hillary a repórteres. "Há um leque de opções disponível para ser usado contra a Coreia do Norte como resposta a uma lançamento de míssil se eles fizerem isso", ela disse, sem especificar quais ações. (Reportagem de John Whitesides)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.