J. Scott Applewhite/AP
J. Scott Applewhite/AP

Hillary rejeita permanecer no cargo ou tentar presidência após 2012

Após fim do mandato de Barack Obama, Secretária de Estado deve deixar governo americano

Reuters

16 de março de 2011 | 20h33

WASHINGTON - A secretária de Estado dos EUA, Hillary Clinton, disse nesta quarta-feira que não deseja continuar no cargo se o presidente Barack Obama for reeleito em 2012. Ela ainda afirmou que tampouco deseja tentar a presidência caso Obama não se candidate.

Em entrevista no canal americano CNN, Hillary disse que não quer permanecer em seu cargo caso Obama fique mais quatro anos no poder, e então descartou também a possibilidade de virar secretária da Defesa, vice-presidente ou presidente americana.

"Tenho o melhor trabalho que já houve", disse ela, acrescentando que o mundo passa por rápidas mudanças ao explicar porque aceitou ser secretária de Estado,quando já havia se candidatado à presidência. "Quero ajudar a representar os EUA neste momento crítico, fazer tudo que puder para apoiar o presidente e o governo, para representar valores e ideais e para defender os interesses da América", disse Hillary, durante viagem ao Cairo.

Quanto a concorrer à Casa Branca, Hillary disse que "não há chances". "Eu tive uma experiência maravilhosa concorrendo. Tenho muito orgulho do apoio e da oportunidade. Mas vou seguir em frente", disse ela.

Obama derrotou Hillary em 2008 na disputa pela indicação democrata a presidente. Hillary, que já foi também primeira-dama e senadora, diz que seu atual cargo será provavelmente o último, e sugere que depois se dedicará a promover os direitos das mulheres mundo afora.

Tudo o que sabemos sobre:
EUAHillary ClintonObama

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.