Hillary se diz disposta a ser vice de Obama

Senadora declarou em Nova York que pode ser vice na chapa encabeçada pelo candidato

AP

03 de junho de 2008 | 16h44

Em reunião com parlamentares em Nova York nesta terça-feira, 3, a senadora Hillary Clinton disse estar disposta a ser candidata a vice-presidente na chapa liderada pelo senador Barack Obama. A declaração foi dada em resposta a uma pergunta da deputada democrata Nydia Velazquez, que disse acreditar que a melhor forma de Obama conseguir apoio entre grupos como os hispânicos seria ter Hillary como vice.   Veja também: Cronologia da disputa democrata entre Hillary e Obama Mesmo perdendo, Obama deve conseguir nomeação Crescem rumores sobre saída de Hillary da disputa presidencial Hillary não apelará para o 'tapetão', dizem aliados  Conheça a trajetória dos candidatos Cobertura completa das eleições nos EUA  Confira a disputa em cada Estado Acompanhe a disputa entre os pré-candidatos    Segundo um dos presentes na reunião, Hillary teria dito que "está disposta a ser vice se isso ajudar na vitória do partido em novembro". Segundo uma recontagem da agência, mesmo perdendo as prévias de Montana e Dakota do Sul programadas para esta terça-feira, Obama deve obter o número de delegados suficiente para garantir a indicação democrata.   A recontagem da Associated Press é baseada em posições assumidas publicamente pelos delegados, além de alguns apoios já firmados em particular e apurados pela agência. O número também inclui 11 delegados que Obama deve garantir se conseguir 30% dos votos em Montana e Dakota do Sul nas primárias desta terça, 3. São necessário 2.118 delgados para conseguir a nomeação.   De acordo com a rede CNN, ainda nesta terça Obama conseguiu o apoio de mais seis superdelegados - quatro do Michigan (com direito a meio-voto), um de Massachusetts e outro de Missouri.

Mais conteúdo sobre:
Eleições EUAObamaHillary

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.