'Homem-Aranha' escala prédio do New York Times

O escalador francês conhecido como"Homem-Aranha" escalou o prédio do jornal New York Times, nestaquinta-feira, com o intuito de chamar a atenção para o problemado aquecimento global. Antes da subir, Alain Robert, de 45 anos, disse arepórteres que a escalada estava sendo feita no DiaInternacional do Meio Ambiente para "chamar a atenção para oaquecimento global, já que este é um dos maiores problemas donosso tempo". Ao chegar ao topo do prédio, ele levantou os dois braços eacenou para os observadores. A polícia já o esperava lá. O "Homem-Aranha" já escalou edificações como a torre Eiffele a ponte Golden Gate. Durante passagem por São Paulo emfevereiro, ele subiu o Edifício Itália. Ele subiu o prédio do New York Time pela treliça dafachada, usando apenas pó para as mãos e sapatos próprios paraescalada. Quando estava perto do décimo andar, ele pendurou um cartazna fachada que dizia: "O aquecimento global mata mais pessoasque o 11 de setembro toda semana". A escalada atraiu centenas de espectadores, policiais,bombeiros e as equipes de outros serviços de emergência. "Ele deve ser louco", disse Sammy Cataldo, que trabalhavana construção de um prédio vizinho. O New York Times mudou-se há um ano para um prédio de 52andares em Manhattan. Desenhado pelo arquiteto italiano RenzoPiano, sua antena alcança 348 metros. A porta-voz do jornal não fez nenhum comentário sobre aescalada. O "Homem-Aranha", que diz sofrer de vertigem, já escaloumais de 80 arranha-céus e pontos turísticos, como a torreSears, em Chicago, e a Taipei 101, em Taiwan, o prédio maisalto do mundo. Suas escaladas costumam ser ilegais, já que feitas sempermissão e sem corda de proteção. No ano passado, ele foi preso por cinco dias na China,depois de escalar o prédio Jin Mao, de 88 andares, em Xangai.Ele foi expulso e proibido de entrar na China por cinco anos. (Reportagem de Marcu Nicholson) REUTERS MR PF

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.