Homem é acusado de tentar assassinar Barack Obama nos EUA

Um homem de 21 anos foi acusado formalmente nesta quinta-feira de tentar assassinar o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, depois que tiros foram disparados na Casa Branca na semana passada, embora o presidente estivesse fora da cidade naquele momento.

REUTERS

17 de novembro de 2011 | 19h05

Oscar Ortega-Hernández, de Idaho, se apresentou para a audiência no tribunal de Pittsburgh após ser preso em um hotel perto de Indiana, na Pensilvânia, de acordo com o Serviço Secreto dos Estados Unidos.

Ninguém ficou ferido no tiroteio na noite de sexta-feira. Obama e a mulher, Michelle, não estavam em Washington.

O Serviço Secreto informou que uma bala atingiu uma janela da Casa Branca, mas foi contida pelo vidro blindado, e outro tiro atingiu o lado de fora do prédio.

Dois carros foram vistos fugindo do local. Um veículo foi encontrado abandonado nas redondezas com um rifle semiautomático dentro, disseram autoridades.

Ortega-Hernández foi acusado de tentativa de assassinato do presidente, afirmou o procurador assistente do país, James Kitchen, na audiência. Autoridades afirmaram que vão levá-lo para uma prisão em Washington.

Se for condenado, Ortega-Hernández pode pegar até prisão perpétua.

De acordo com o FBI, uma testemunha interrogada em Idaho que "conhece Ortega-Hernández bem" disse que ele havia se tornado muito agitado contra o governo.

A testemunha afirmou às autoridades que ele "queria ferir" o presidente Obama e que se referiu a ele como "o antiCristo", segundo o depoimento.

Outra testemunha interrogada em Idaho disse às autoridades que Ortega-Hernández "foi muito específico que o presidente Obama era o problema do governo" e que ele era "o diabo", segundo documentos judiciais.

(Reportagem de Alexis Kunsak)

Tudo o que sabemos sobre:
EUAHOMEMOBAMA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.