Homem é preso em aeroporto dos EUA com cocaína escondida em ovos de Páscoa

Autoridades desconfiaram do traficante pois o consumo do chocolate nas festas de final de ano não é normal; se condenado, acusado pode pegar prisão perpétua

Efe,

28 de dezembro de 2010 | 03h29

WASHINGTON - As autoridades dos Estados Unidos prenderam um hispânico no aeroporto internacional de Los Angeles após encontrarem 6,3 quilos de cocaína escondida em ovos de Páscoa, informou nesta terça-feira, 28, a imprensa local.

Esteban Galtes, de 23 anos, foi detido na noite de quinta-feira, 23, depois que vários agentes federais descobriram a droga em sua bagagem.

 

As autoridades alfandegárias explicaram que a carga levantou suspeitas porque o uso de ovos de Páscoa como guloseimas é uma tradição da Semana Santa nos EUA.

 

Uma porta-voz do Escritório de Alfândegas e Proteção Fronteiriça disse no site da CNN que o consumo de ovos de Páscoa - na temporada de festas de fim de ano - é fora do normal.

 

"Os agentes estão capacitados para detectar anomalias em todo tipo de situação", acrescentou.

Galtes, morador de Miami, Flórida, retornava de uma breve viagem à Colômbia e disse às autoridades que os ovos de páscoa eram para seus dois filhos.

Parte da cocaína também estava escondida no fundo de uma sacola de compras.

 

Segundo as autoridades, o valor da droga confiscada supera os US$ 100 mil, indicou o jornal LosAngeles Times.

Se declarado culpado, Galtes pode pegar prisão perpétua.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.