Homem é preso no Colorado por ameaças a assessores de senador

Autoridades do Colorado disseram na segunda-feira que um homem foi preso por supostamente fazer ameaças contra assessores do senador democrata Michael Bennet. A revelação ocorre dois dias depois de um atentado que matou 6 pessoas e feriu 14, inclusive uma deputada, no vizinho Arizona.

REUTERS

10 de janeiro de 2011 | 21h08

John Troy Davis, de 44 anos, ligou em 6 de janeiro para o gabinete de Bennett em Denver pedindo ajuda numa questão previdenciária, mas depois disse que iria "baixar aí e atirar em todos vocês", segundo um documento do FBI apresentado na sexta-feira a um tribunal federal.

Antes de fazer as ameaças, Davis disse pelo telefone que era esquizofrênico e precisava de ajuda, segundo o mesmo documento, que acrescenta que o homem já havia feito ameaças telefônicas em dezembro.

Na ligação de 6 de janeiro, ele anunciava que poderia "partir para o terrorismo" se não fosse ajudado.

O homem foi preso no fim de semana, e deve comparecer a um tribunal do Colorado para ser orientado a respeito das acusações, segundo Jeff Dorschner, porta-voz do Ministério Público em Denver. Ele deve ser mantido preso pelo menos até uma audiência na semana que vem.

O documento do FBI diz que a casa do senador Bennett e seu escritório em Denver estão sob segurança reforçada devido às ameaças. Bennett foi nomeado para a vaga no Senado em 2009, e em novembro conquistou um mandato completo, de seis anos.

"Michael tem plena confiança na forma como as agências legais do Colorado estão lidando com o caso, e continua focado no seu trabalho de servir ao povo do Colorado", disse Adam Bozzi, assessor de comunicação do senador.

Se for condenado pelas ameaças, Davis pode pegar dez anos de prisão.

(Reportagem de Jeremy Pelofsky)

Tudo o que sabemos sobre:
EUACOLORADOAMEACA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.