Homem mata 7 pessoas e depois se suicida nos Estados Unidos

Com a chegada da polícia, assassino tentou fugir e ainda fez reféns; contingente tentou negociar rendição por cinco horas

AP,

08 de julho de 2011 | 03h09

GRAND RAPIDS, EUA - Um homem invadiu duas casas na cidade de Grand Rapids, no estado de Michigan, na quinta-feira, 7, e atirou e matou sua filha, a ex-namorada e outras cinco pessoas.

 

Com a chegada da polícia, Rodrick Shonte Dantzler, 34, fugiu, dando início a uma perseguição, bateu o carro, entrou em uma casa e fez uma família refém. Dezenas de policiais armados isolaram o local. Sem saída, assassino começou a atirar contra o contingente.

 

Durante o atentado, Dantzler tentou negociar com policiais dizendo que se não houvesse negociação, ele atiraria nos reféns. Depois de cinco horas, mudou de ideia, se rendeu e suicidou-se.

 

"Não faz sentido tentarmos entender o que motivou esse homem a fazer isso" disse o chefe de polícia Kevin Belk. "Não dá para encontrarmos uma razão pelo qual justifique um homem ter tirado a vida de 7 pessoas."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.