'Igor' aumenta sua intensidade para categoria 4

Boletins meteorológicos apontam que ciclone não ameça ilhas do Caribe

Efe

12 de setembro de 2010 | 17h43

MIAMI - O ciclone "Igor" aumentou neste domingo, 12, rapidamente sua intensidade à de furacão de categoria 4, com ventos de 215 km/h, mas sem que ameace a nenhum território, informou o Centro Nacional de Furacões (NHC) dos Estados Unidos.

 

O "Igor" se encontra no oceano Atlântico, a 1.800 quilômetros das Antilhas Menores, na latitude 17,7 graus norte e longitude 46,1 graus oeste, e se movimenta a 22 km/h em direção ao oeste.

 

O NHC indicou em um boletim especial que o "Igor" deve seguir uma trajetória noroeste, passando a certa distância das Antilhas Menores, por isso não ameaça nenhuma das ilhas do Caribe.

 

A Administração Nacional Oceânica e Atmosférica dos EUA (NOAA, na sigla em inglês) prevê a formação de 14 a 20 tempestades e de 8 a 12 furacões, que podem afetar os Estados Unidos, o Caribe, a América Central e o Golfo do México.

 

Segundo os meteorologistas, esta será uma temporada "muito ativa"porque, desses furacões, entre quatro e seis podem ser de grande intensidade, com ventos superiores a 177 km/h.

Tudo o que sabemos sobre:
CicloneIgorCaribecategoria 4

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.