Incêndio se estende pelo sul da Califórnia e mata uma pessoa

Fogo consumiu o conhecido Castelo Kashan e ameaça universidade; mansões em Malibu foram evacuadas

Efe,

22 de outubro de 2007 | 00h54

O incêndio que atinge a localidade de Malibu já se estende pelo sul da Califórnia, entre Los Angeles e San Diego, e matou uma pessoa. As autoridades não informaram as circunstâncias da morte e a identidade da vítima. Oito pessoas, incluindo quatro bombeiros, foram internadas em hospitais da região. Veja também: Incêndio nos EUA destrói castelo e ameaça universidade O fogo que começou em Malibu, nas proximidades de Hollywood e local onde vivem muitas celebridades, já consumiu 400 hectares e fez com cerca de 30 mansões fossem evacuadas. Após o incêndio de Malibu, as chamas se estenderam rapidamente de Los Angeles em direção a San Diego, onde já arrasou mil hectares. Um terceiro foco começou na região de Witch Creek, em San Diego, onde já foram queimados 1.250 hectares e várias casas tiveram de ser desalojadas. Entre as casas desalojadas em Malibu está o luxuoso castelo Kashan, propriedade da Lily Lawrence, que acabou sendo consumido pelas chamas. Lawrence disse em entrevista televisiva que o imóvel possuía várias obras de arte, bens da família e objetos de Elvis Presley procedentes de Graceland, a residência do rei do Rock. Outras 200 casas da região de Malibu Crest e de Sierra Retreat foram evacuadas diante da possibilidade de que sejam atingidas pelo fogo, segundo o porta-voz do Departamento de Bombeiros de Los Angeles, Rick Domínguez. De acordo com a CNN, entre as casas que tiveram que ser desalojadas estão as do ator Mel Gibson e da cantora Olivia Newton-John. Malibu é uma área residencial situada a poucos quilômetros de Hollywood, que ocupa 40 quilômetros ao longo da costa do Pacífico, e onde várias estrelas têm casas. As chamas avançam a grande velocidade devido ao forte vento. O incêndio também levou as autoridades a evacuarem os dormitórios do campus da Universidade Pepperdine. Outro incêndio no norte de Los Angeles, na reserva nacional de Angles, já consumiu 200 hectares.

Tudo o que sabemos sobre:
incêndioeuacalifórniamalibu

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.