Incêndios forçam a retirada de 1.200 pessoas na Califórnia

Estradas e escolas são fechadas em regiões próximas à Los Angeles; cerca de mil bombeiros são convocados

Associated Press,

13 de outubro de 2008 | 18h04

Dois grandes incêndios ameaçavam regiões próximas à Los Angeles nesta segunda-feira, 13. O fogo deixou um morto e levou à evacuação de 1.200 pessoas de suas casas. Os bombeiros lutavam contra as chamas numa região de 1,5 mil hectares no Vale de São Fernando quando um novo grande foco começou a poucos quilômetros, na área do Rancho Porter, e rapidamente atingiu proporções de 300 hectares.  Fotos: AP Os bombeiros não estimaram quantas pessoas em Rancho Porter estavam no caminho do incêndio. Segundo o capitão dos bombeiros do Condado de Los Angeles Mark Savage, mais de 37 trailers foram destruídos nesta segunda-feira. "Como estava previsto, os ventos de Santa Ana apareceram econseguiram que as chamas se estendessem além da zona contida", disse Michael Freeman, chefe dos bombeiros de Los Angeles. Algumas estradas e escolas da região atingida foram fechadas.  O primeiro incêndio começou na manhã de domingo no sul da Califórnia. O fogo havia sido contido em 20% durante a noite passada, mas agora esse número se reduziu a 5% por causa dos ventos. Cerca de mil bombeiros e várias agências foram chamados para apagar as chamas. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.