Incêndios na Califórnia matam 2 e ameaçam 12 mil casas

Dimensão das chamas dobrou desde o domingo; bombeiros morreram em acidente no combate ao fogo

AP,

31 de agosto de 2009 | 08h25

Bombeiros combatem as chamas, que já destruiram 184 km² no parque nacional. Foto: Associated Press

 

LOS ANGELES - Um incêndio na Califórnia ameaçava até 12 mil residências nesta segunda-feira. No dia anterior, dois bombeiros morreram, após o veículo em que eles estavam ser atingido pela chamas e cair em um desfiladeiro.

 

Um importante centro de comunicações no condado de Los Angeles e um centro astronômico também corriam perigo. Os dois bombeiros foram mortos no domingo em Mount Gleason, perto da pequena cidade de Acton.

 

O corpo de bombeiros identificou as vítimas como o capitão Tedmund Hall, de 47 anos, do condado de San Bernardino, e o especialista Arnaldo Quinones, de 35, de Palmdale.

 

"Nossos corações estão apertados, no momento em que somos tragicamente lembrados dos sacrifícios que nossos bombeiros e suas famílias fazem diariamente para nos manter seguros", disse o governador da Califórnia, Arnold Schwarzenegger, em comunicado.

 

O incêndio queimou cerca de 340 quilômetros quadrados de vegetação e árvores e na manhã desta segunda-feira apenas 5% do fogo havia sido contido. Foram expedidas ordens para que moradores deixassem suas casas em Glendale, Pasadena, e em outras cidades ao norte de Los Angeles. Pelo menos 18 casas foram consumidas pelo fogo e deve haver outras, segundo os bombeiros.

 

Pelo menos 6.600 casas estavam sob ordem de evacuação e mais de 2.500 bombeiros trabalham no combate às chamas.

 

A falta de ventos fez com que o fogo permaneça nos cânions de granito, consumindo vegetação que não queimava há 40 anos, disseram bombeiros. "Tudo está queimando", disse a porta-voz do serviço de florestas, Dianne Cahir. "Quando ele chega aos cânions que não pegaram fogo há vários anos, o incêndio se propaga muito rapidamente". A falta de ventos impede que o incêndio se espalhe montanhas abaixo e vá na direção dos subúrbios densamente povoados.

 

Dois aviões anfíbios de combate a incêndio Super Scooper canadenses, aeronaves que podem recolher milhares de litros de água de lagos e reservatórios, devem se unir aos esforços de combate ao incêndio ainda nesta segunda-feira.

 

Um santuário animal chamado Roar Foundation Shambala Preserve está na zona de evacuação, mas os bombeiros concluíram que remover os animais seria "um pesadelo logístico" disse Chris Gallucci, vice-presidente de operações.

 

O Serviço Nacional de Meteorologia disse que o alerta vermelho para condições extremas continua nas montanhas das regiões central e sul da Califórnia.

 

Outras 2 mil casas estão sob ameaça no condado de San Bernardino e uma ordem de evacuação estava sendo colocada em ação em Oak Glen, comunidade localizada a cerca de 90 milhas de Los Angeles.

 

Uma pequena queda na temperatura é esperada na região para esta segunda-feira. Porém a temperatura ainda estará na casa dos 30ºC, com baixa umidade do ar, o que dificulta o combate às chamas. Schwarzenegger declarou estado de emergência nas montanhas de Sierra Nevada por causa do fogo, iniciado ali na tarde de domingo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.