Israel deve se preparar para campanha prolongada em Gaza, diz premiê

Netanyahu fez discurso televisivo nesta segunda-feira

REUTERS

28 de julho de 2014 | 15h01

O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, disse nesta segunda-feira que seu país deve se preparar para um conflito prolongado na Faixa de Gaza, encerrando qualquer esperança de um fim rápido para os combates que já deixaram mais de 1.000 mortos.

Em um discurso transmitido pela televisão, Netanyahu afirmou que qualquer solução para a crise exige a desmilitarização do território palestino, que é controlado pelo grupo islâmico Hamas e seus aliados militantes.

(Reportagem de Crispian Balmer)

Tudo o que sabemos sobre:
EUAEUROPASANCOESRUSSIA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.