Jovem ateia fogo a si mesmo em subúrbio de Denver

Um jovem de 16 anos de idade ateou fogo a si mesmo em uma cafeteria de um colégio no subúrbio de Denver nesta segunda-feira, no que a polícia afirma aparentemente ser uma tentativa de suicídio, o que provocou o esvaziamento do campus.

KEITH COFFMAN, Reuters

27 de janeiro de 2014 | 18h14

O estudante do colégio Standley Lake High School, em Westminster, sofreu queimaduras em mais de 80 por cento do corpo, segundo uma porta-voz do departamento de bombeiros da cidade.

Uma porta-voz da polícia afirmou que o rapaz foi hospitalizado em estado crítico.

O jovem, que não foi identificado publicamente, entrou na cafeteria por volta das 7h (horário local) e ateou fogo a si mesmo, antes de um guarda da escola agarrar um extintor e apagar as chamas, disse a polícia em um comunicado.

Um outro funcionário da escola sofreu um pequeno corte durante o incidente. Vários outros estudantes estavam na cafeteria no momento do incêndio, mas não houve outros feridos, disse a polícia.

A porta-voz da polícia Cheri Spottke disse que detalhes do ocorrido, incluindo o tipo de líquido inflamado usado pelo garoto e como ele acendeu o fogo, estão sob investigação. Ela disse que a polícia ainda não está ciente de quaisquer relatos de ameaças à escola.

"Estamos assumindo que era uma tentativa de suicídio", disse.

O Departamento de Bombeiros de Westminster disse que os bombeiros que chegaram ao local lidaram principalmente com a fumaça, mas que a escola já havia sido evacuada e que permaneceria fechada até o fim do dia.

Cerca de 1.400 estudantes estão matriculados no colégio de Westminster, um subúrbio no noroeste de Denver.

Tudo o que sabemos sobre:
EUAFOGOJOVEM*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.