Juiz autoriza indenização para vítimas de massacre da Virgínia Tech

Afetados receberão uma compensação de US$ 11 milhões; em abril de 2007, jovem matou 32 pessoas

Efe,

18 de junho de 2008 | 03h02

Um juiz dos Estados Unidos aprovou nesta terça-feira, 17, o acordo alcançado entre as autoridades da Virgínia e os familiares das vítimas do massacre que ocorreu na Universidade Virgínia Tech. Os afetados receberão uma compensação de US$ 11 milhões, segundo fontes jurídicas. A soma da indenização foi decidida há alguns meses em um acordo extrajudicial entre o estado da Virgínia e os familiares de 24 dos falecidos, para evitar processos posteriores. O juiz Theodore J. Markow deu seu sinal verde para este acordo, do qual ficarão de fora duas famílias que iniciaram um processo, quatro que decidiram não participar e outras duas que não estabeleceram nenhum tipo de reivindicação.

Tudo o que sabemos sobre:
Virgínia TechmassacreEUA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.