Arquivo
Arquivo

Justiça aprova acordo de indenização para trabalhadores do 11 de setembro

Quase 10 mil pessoas que trabalharam na poeira tóxica do World Trade Center temem ficar doentes

AP,

23 de junho de 2010 | 19h08

NOVA YORK- Um juiz americano assinou uma ordem nesta quarta-feira, 23, aprovando um acordo que pode pagar mais de US$ 700 milhões para os trabalhadores do 11 de setembro afetados pela poeira tóxica do World Trade Center antes e depois do ataques de 2001.

 

O magistrado Alvin Hellerstein ouviu depoimentos algumas vez emocionados de testemunhas em uma audiência nesta quarta antes de firmar o acordo, que ainda precisa ser aprovado por 95% dos envolvidos no processo. A quantia exata da indenização depende de quantas pessoas aceitarem o trato.

 

Quase 10 mil bombeiros, policiais, agentes terceirizados e outros que trabalharam nos escombros das torres gêmeas abriram processo contra a prefeitura e empresas por ela contratadas, reivindicando indenizações por danos associados àquela atividade.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.