Kerry diz estar considerando mais sanções à Rússia no conflito com Ucrânia

O secretário de Estado norte-americano, John Kerry, disse neste sábado que os Estados Unidos e seus aliados não pretendem "jogar" com a Rússia e que estão discutindo sanções adicionais contra Moscou sobre seu papel no leste da Ucrânia, minando uma trégua negociada pela Europa.

REUTERS

21 de fevereiro de 2015 | 11h27

"A Rússia entrou em um processo absolutamente descarado e cínico nesses últimos dias", disse Kerry no início de uma reunião com seu homólogo britânico, Philip Hammond.

"Estamos falando de sanções adicionais, esforços adicionais, estou confiante de que nos próximos dias fique claro que não vamos jogar... e fazer parte desse comportamento extraordinariamente covarde."

(Por Lesley Wroughton)

Tudo o que sabemos sobre:
EUARUSSIAUCRANIA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.