Kerry diz que ainda há muitas formas de Irã se unir às negociações sírias

O secretário de Estado norte-americano, John Kerry, deixou a porta aberta nesta quarta-feira para que o Irã participe das negociações de paz da Síria, dizendo que Teerã pode fazer a diferença para acabar com o conflito.

Reuters

22 de janeiro de 2014 | 18h30

"O Irã certamente tem uma habilidade para ser útil e fazer a diferença", disse Kerry em entrevista coletiva no fim de uma conferência internacional destinada a acabar com a guerra civil na Síria.

"Esperemos que decidam ser construtivos e que tomem a decisão de operar olhando pra frente, de um modo que permita que façam isso", disse Kerry. E acrescentou: "Há muitas maneiras para que a porta seja aberta nas próximas semanas ou meses, e minha esperança é que eles (Irã) vão querer participar de uma solução construtiva."

O Irã havia sido convidado para participar da conferência de paz síria pelo secretário-geral da Organização das Nações Unidas, Ban Ki-moon, mas o chefe da ONU teve que retirar o convite após ameaças de boicote da oposição síria e da pressão dos EUA.

(Reportagem de Lesley Wroughton)

Tudo o que sabemos sobre:
EUASIRIAIRA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.