Kerry vai à Jordânia conversar sobre tensões em Jerusalém

Kerry vai à Jordânia conversar sobre tensões em Jerusalém

O sercretário de Estado americano seguirá para os Emirados Árabes Unidos na sexta-feira para participar do Fórum Sir Bani Yas

REUTERS

12 de novembro de 2014 | 11h32

O secretário de Estado norte-americano, John Kerry, vai viajar à Jordânia nesta quarta-feira para conversar com o rei Abdullah sobre as tensões em Jerusalém e a luta contra o grupo militante Estado Islâmico, informou o Departamento de Estado dos Estados Unidos.

Kerry seguirá para os Emirados Árabes Unidos na sexta-feira para participar do Fórum Sir Bani Yas, uma reunião privada anual entre líderes mundiais centrada na segurança internacional, segundo um comunicado do departamento.

O secretário volta ao Oriente Médio depois de ter comparecido à cúpula da Cooperação Econômica Ásia-Pacífico (Apec) em Pequim, na terça-feira. Ele esteve em Omã no começo desta semana durante dois dias para discutir o impasse nuclear iraniano com o ministro das Relações Exteriores do Irã, Mohammad Javad Zarif, e com a represente da União Europeia Catherine Ashton.

A Jordânia convocou seu embaixador em Israel em 5 de novembro, a primeira vez que adotou tal ação desde que os dois países estabeleceram relações diplomáticas em 1994, repudiando o que o governo jordaniano chamou de “violações” na mesquita de Al-Aqsa.

As tensões no complexo, que abriga o terceiro local mais sagrado para o islamismo e também é sagrado para o judaísmo, desencadearam confrontos em série entre a polícia israelense e palestinos nas últimas semanas, culminando no fechamento da mesquita durante um dia no mês passado.

(Por Warren Strobel)

Tudo o que sabemos sobre:
EUAKERRYJERUSALEM*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.