Legisladores americanos pedem que Rússia não suspenda adoções

Adoções de crianças russas por famílias americanas foram suspenas após mulher devolver menino de 7 anos

22 de abril de 2010 | 19h10

Associated Press

 

WASHINGTON- Legisladores norte-americanos estão pressionando o presidente russo, Dmitri Medvedev, a não suspender adoções entre a Rússia e os Estados Unidos.

 

Um grupo liderado pelo senador democrata Kirsten Gillibrand pede a Medvedev para garantir que adoções de crianças russas por famílias americanas, especialmente aquelas ainda em andamento, não sejam canceladas.

 

Autoridades russas afirmaram que todas as adoções para os Estados Unidos estão suspensas, em aguardo a um novo acordo sobre a questão que pode levar meses.

 

A Rússia congelou adoções de crianças por famílias dos Estados Unidos após um menino russo de sete anos ter sido colocado em um avião de volta a seu país de origem por sua mãe adotiva americana.

 

A mulher do Tennessee afirmou que a criança era violenta e tinha problemas mentais.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.