Lei que une casais do mesmo gênero será celebrada nos EUA

Neste ano foi aprovada lei de uniões civis permitindo que casais de mesmo sexo possam se unir civilmente

Associated Press

13 de dezembro de 2007 | 05h10

Casais do mesmo sexo planejam celebrar a nova lei de uniões civis realizando uma cerimônia em grupo no primeiro minuto em que ela entra em vigor no estado, no dia 1º de janeiro, disseram na quarta-feira, 12, os organizadores.   O legislador do Estado, o democrata Gail Morrison e Jen Major disseram que o evento será realizado após a meia noite nos altos do edifício do Poder Legislativo.   Os dois, ex-membros da junta de Coalizão de Liberdade para Casamentos de New Hampshire, disseram que planejam realizar uma união civil com seus respectivos pares no mesmo dia.   Ambos disseram que os casais que obtiveram previamente licenças da municipalidade e de administradores da cidade, e que querem participar, podem se inscrever a partir das 23 horas do dia 31 de dezembro.   Funcionários do registro civil do estado calculam que entre 3.500 e 4 mil casais se unirão em 2008. Essa cifra duplica as 1.704 uniões realizadas em Vermont em 2000, primeiro ano em que foram oferecidas.   O Legislativo aprovou neste ano uma lei de uniões civis permitindo que casais de igual sexo possam se unir civilmente com os mesmos direitos, responsabilidades e obrigações que os pares casados. O governador Jonh Lynch assinou a lei em maio.

Tudo o que sabemos sobre:
União civilgêneroEstados Unidoslei

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.