Loteria dos EUA pagará prêmio recorde de US$640 milhões

O maior prêmio da história das loterias em todo o mundo, com um montante de pelo menos 640 milhões de dólares, está causando alvoroço nos Estados Unidos. O sorteio do Mega Millions ocorrerá na noite desta sexta-feira em Atlanta.

DAVID BEASLEY, REUTERS

30 Março 2012 | 19h19

Os apostadores formaram filas nesta semana para comprar os bilhetes que custam 1 dólar cada em 42 Estados norte-americanos, no Distrito de Columbia e nas Ilhas Virgens, dos Estados Unidos.

Na maioria dos Estados participantes, os bilhetes serão vendidos até as 23h45 de sexta-feira (no horário de Brasília), afirmaram funcionários de lotéricas. O sorteio ocorrerá em Atlanta à meia-noite no horário de Brasília.

A chance de vencer é de 1 em 175 milhões, disse Margaret DeFrancisco, presidente e diretora executiva da Georgia Lottery Corporation.

Se um único bilhete tiver todos os seis números sorteados, o jogador receberá o montante em um único pagamento integral ou o valor dividido em 26 parcelas anuais. Se houver vários bilhetes premiados, a quantia será dividida igualmente entre os apostadores sortudos.

"Há muito alvoroço e uma animação tremenda", disse DeFrancisco nesta sexta-feira.

O maior prêmio já dado pelo Mega Millions foi de 390 milhões de dólares em 2007 e foi dividido por dois premiados, um da Georgia e outro de Nova Jersey.

As autoridades lotéricas verificarão se houve algum bilhete premiado na manhã de sábado, de acordo com o site do Mega Millions.

Cerca de metade do dinheiro da loteria vai para o pagamento dos bilhetes premiados, 35 por cento destinam-se aos governos estaduais e 15 por cento vão para as despesas de operação das lotéricas e às comissões varejistas.

Se não houver vencedor na noite desta sexta-feira, os organizadores da loteria pensam em transferir o sorteio seguinte para a Times Square, em Nova York, já que o prêmio aumenta.

"É o palco do mundo", afirmou ela.

Mais conteúdo sobre:
EUA LOTERIA MILHOES*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.