Lula presenteia Obama com camisa da seleção

Americano ganhou camisa 5 autografada durante o G-8; 'EUA nunca mais tomarão virada com 2 gols de vantagem'

Efe e Associated Press,

09 de julho de 2009 | 07h11

 O presidente Luiz Inácio Lula da Silva presenteou nesta quinta-feira, 9, o chefe de Estado americano, Barack Obama, com uma camisa da seleção brasileira de futebol pouco antes de uma reunião bilateral na cidade italiana de Áquila.

 

Veja também:

G-8 dará chance a negociação com Irã, diz Nicolas Sarkozy

Obama e Berlusconi visitam região destruída por terremoto

G-8 ainda vê risco e pede mais estímulo à economia

G-8 propõe acerto climático fraco

 

Obama sorriu ao receber a camisa, que tinha autógrafos dos jogadores brasileiros e o número 5 nas costas. A reunião entre os dois líderes ocorre à margem da Cúpula do Grupo dos Oito (G8, os sete países mais industrializados do mundo e a Rússia), que acontece também em Áquila.

 

Foto: AP

 

"Olha isso. Maravilhoso", disse Obama enquanto mostrava a camisa aos fotógrafos. Nenhum dos dois presidentes fez mais declarações à imprensa antes de começar a reunião, que foi marcada na noite passada.

 

Mais tarde, o porta-voz da Casa Branca, Robert Gibbs, afirmou que Obama brincou com Lula sobre a final da Copa das Confederações, em que o Brasil virou o jogo no segundo tempo e venceu por 3 a 2. "Os EUA não tomarão mais uma virada ganhando de dois gols", prometeu o presidente americano ao colega brasileiro.

 

Segundo a BBC, no dia anterior ao encontro com Obama, Lula havia brincado dizendo que a Seleção conseguiu virar o jogo e vencer os Estados Unidos usando o lema da campanha de Obama à Presidência, "Yes we can". O Obama apareceu na televisão dizendo 'Nós podemos, nós podemos' e quase que a seleção dos Estados Unidos ganha da gente, mas quando estava 2 a 0 para eles eu comecei a dizer 'Nós podemos, nós podemos', e a seleção brasileira ganhou", brincou Lula.

 

Obama e Lula, que já se reuniram em Washington em março passado, se cumprimentaram com um efusivo aperto de mãos. Lula também tinha presenteado camisas da seleção brasileira aos líderes de México, China, Índia e África do Sul, reunidos na quarta-feira no primeiro dia de sessões da Cúpula do G8.

 

Além de Obama, Lula prometeu ainda entregar camisas da Seleção brasileira ao premiê da Itália, Silvio Berlusconi, e ao presidente do Egito, Hosny Mubarak, cujos países também foram adversários do Brasil na Copa das Confederações. O líder egípcio também participa como convidado da cúpula do G8.

Tudo o que sabemos sobre:
Barack ObamaEUABrasilLula

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.