Mais uma dezena de mortos no Afeganistão

As mortes foram causadas por um bombardeio aéreo das tropas americanas

EFE

10 de agosto de 2008 | 04h58

Mais de 10 supostos insurgentes morreram ou ficaram feridos num bombardeio na província afegã de Kapisa (leste), segundo informou o Ministério de Defesa afegão, embora um deputado tenha assegurou que os mortos são na realidade 19 civis. Em comunicado, o Ministério afirmou que suas forças mataram ou feriram este sábado pela noite mais de dez insurgentes no distrito de Taqab, em uma operação que contou com o apoio aéreo do Exército americano. Essa versão, no entanto, foi desmentida pelo deputado provincial Haji Eqbal Safi, que assegurou à Efe que o bombardeio "por tropas estrangeiras" tirou a vida de 1 civis e causou ferimentos a outros 12 em um povoado do distrito. Embora nem a (Força Internacional de Assistência à Segurança) (Isaf) nem as tropas americanas se pronunciaram sobre os fatos, o chefe de Polícia de Kapisa, Matiullah Safi, confirmou que o bombardeio aéreo teve lugar em uma zona de difícil acesso. "Não sabemos se os mortos são todos insurgentes. Enviaremos uma equipe para investigar se também havia civis". A área do bombardeio fica a menos de 100 quilômetros de Cabul e é conhecida pela ativa presença de insurgentes talibãs. Neste ano, no Afeganistão morreram vítimas da violência mais de 2.500 pessoas, entre as quais poderia ter cerca de 1.000 civis, segundo as organizações de cooperação ativas sobre solo afegão.

Tudo o que sabemos sobre:
Afeganistão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.