Mandela diz que Obama é 'nova voz da esperança'

Nelson Mandela afirmou nesta terça-feira que Barack Obama é a "nova voz da esperança" para o mundo e comparou a posse do primeiro presidente negro dos Estados Unidos com a histórica transição da África do Sul para a democracia. Em carta entregue a Obama antes da cerimônia de posse desta terça, o ex-líder sul-africano e ícone antiapartheid cumprimentou o novo presidente pelo momento "realmente histórico" para os EUA e o mundo. "Hoje, de alguma forma, lembramos o entusiasmo e animação em nosso próprio país no momento da nossa transição para a democracia", escreveu Mandela na carta, divulgada nesta terça. "As pessoas, não apenas em nosso país mas ao redor do mundo, foram inspiradas a acreditar que a injustiça pode ser superada através do trabalho humano, e que juntos podemos alcançar uma vida melhor para todos." Mandela, que conduziu a África do Sul na luta contra o racismo e se tornou um ícone global pela liberdade, disse que a eleição de Obama "inspirou as pessoas como em poucas ocasiões nos últimos tempos". "Você, senhor presidente, trouxe uma nova voz de esperança para que esses problemas sejam resolvidos, e que nós podemos de fato mudar o mundo e torná-lo um lugar melhor." Mandela disse ainda estar especialmente "animado e orgulhoso", como muitos outros africanos, devido aos laços de Obama com o continente -- seu pai era negro e queniano. "Você sempre será lembrado com afeto como um homem jovem que ousou sonhar e perseguir este sonho", disse Mandela. (Reportagem de Rebecca Harrison)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.