Manifestantes anti-Wall Street planejam marcha até bolsa de NY

Manifestantes do movimento ocupem Wall Street pretendem se reagrupar nesta quinta-feira em uma passeata até a Bolsa de Valores de Nova York para demonstrar que sua luta contra a desigualdade econômica nos Estados Unidos continua de pé, apesar de terem sido expulsos de um parque nas imediações, onde haviam acampado.

REUTERS

17 de novembro de 2011 | 16h56

A maioria dos protestos do movimento na cidade, iniciado há dois meses, reuniu apenas centenas de pessoas, mas os organizadores esperam atrair milhares de pessoas em Wall Street por volta das 7 horas (10 horas no horário de Brasília) desta quinta-feira para tentar impedir que os trabalhadores cheguem a seus escritórios em Wall Street.

Esse será um teste para o Ocupem Wall Street e os movimentos que inspirou pelo mundo, depois que a polícia expulsou dezenas de acampados no parque Zuccotti, em Manhattan, na terça-feira.

Tudo o que sabemos sobre:
EUAWALLSTREETPROTESTOS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.